MERCADO LIVRE DE ENERGIA:

Por que devo migrar minha empresa agora?

Mais de 10 mil empresas brasileiras já estão no mercado livre de energia, mas ainda existem mais de 15 mil CNPJs aptos a migrar. A sua empresa pode ser uma delas!


Então, se a conta de luz da sua empresa gira em torno de R$ 30 mil por mês, você pode estar perdendo a oportunidade de aproveitar as vantagens do ACL.


A rede Pastorinho Supermercados, por exemplo, conseguiu economizar quase 50% em custos com energia nos últimos seis meses, após migração de seis das sete lojas da rede para o ACL.


Entenda melhor sobre a dinâmica do ambiente de contratação livre, seus benefícios, quem pode aderir e como funciona o processo de migração. Assista ao webinar!

Inscreva-se

Preencha seus dados para acessar o webinar:

Ao informar meus dados, estou ciente das diretrizes da Política de Privacidade.

Como funciona o mercado livre de energia?

No Ambiente de Contratação Regulado (ACR), ou mercado cativo, o consumidor, obrigatoriamente, tem que comprar energia elétrica, a uma tarifa, de suas distribuidoras locais, que adquirem o insumo das geradoras ou comercializadoras através de leilões públicos.

Já no Ambiente de Contratação Livre (ACL), ou mercado livre de energia, o consumidor é livre para negociar, diretamente com geradores e comercializadores, o preço do insumo, bem como outras condições contratuais.

Em outras palavras, isso é feito de forma semelhante à que já contratamos serviços de telecomunicações, por exemplo, como internet, telefone ou TV. A partir de contratos, com condições pré-acordadas entre a fornecedora e o cliente, cobram-se apenas valores fixos referentes aos serviços contratados naquele período, sem aplicação de cobranças extras por acionamento de bandeiras tarifárias, por exemplo.

QUERO SABER MAIS SOBRE O MERCADO LIVRE DE ENERGIA

Mas, o mercado livre de energia é LIVRE de quê?

LIVRE escolha de fornecedores
LIVRE escolha da fonte de energia
LIVRE negociação de preço e outros itens em contrato
LIVRE bandeiras tarifárias
QUERO SABER COMO SER LIVRE!

Composição de custos
no mercado livre de energia

No ACL, então, o consumidor continua pagando os valores referentes a encargos, tributos e custos com distribuição, os quais são repassados ao Governo e às concessionárias que prestam serviço de transporte da energia elétrica até as unidades consumidoras.


No entanto, o valor de compra da energia elétrica, de fato, não é mais cobrado na sua conta de luz. Esse será pago diretamente para o seu fornecedor de escolha, de acordo com os termos de seus contratos.

Independentemente da categoria de agente consumidor, seja livre ou especial, o preço da energia disponível no mercado livre é sempre inferior às tarifas repassadas ao consumidor cativo. Afinal, em um ambiente com maior concorrência, é possível negociar melhores condições que atendam ao planejamento financeiro e ao operacional de cada empresa. Portanto, no ACL a economia é garantida!


Mas, além disso, o consumidor livre ainda consegue escolher a fonte de energia que deseja comprar. Uma excelente oportunidade para incluir o consumo de energia 100% limpa dentre as práticas ESG da companhia.

QUERO CONHECER MELHOR O MERCADO LIVRE DE ENERGIA

todos os direitos reservados.